As piores tendências de moda de todos os tempos

O que já entrou na moda que você não sabe como ou por que as pessoas usavam ‘isso’ na rua? A moda pode sempre surpreende, mas tem algumas tendências que você não sabe como chegaram a se tornar mesmo moda. Todo mundo usando na rua mesmo achando estranho. Para relembrar, elencamos as piores tendências da moda e o como elas chegaram às ruas brasileiras.

Tererê nos cabelos

piores tendências da moda

Em plenos anos 90, quando o pop e o colorido estava em alta, tivemos uma tendência forte da moda no Brasil: o tal do tererê. Este acessório de cabelo virou febre no Brasil e era querido por todas as idades. Onde se usava? Na escola, na rua e no trabalho! Colorido, estava sendo encaixado com roupas consideradas clássicas e casuais e acaba ficando sem harmonia visual, como na foto acima.

Shortinho É o Tchan

piores tendências da moda

Nos anos 90 fomos apresentados com lojas vendendo para crianças e adultos o shortinho É o Tchan, uma das piores tendências da moda. A moda surgiu por conta da febre Axé Bahia, entre 1991 e 1998, com a febre Carla Perez como a loira dançarina que arrasava no palco. Com suas medidas de bumbum avantajadas, a moça fez todo mundo (combinando ou não) usar o modelito mínimo para sair na rua e estar na moda.

Calça saruel

piores tendências da moda

Em uma modelo magra até que a calça é charmosa, mas os modelos derivados da calça saruel inventados por ai tornaram esta uma das piores tendências da moda. A peça parece que foi comprada por acidente, uma calça caindo e com as péssimas combinações na rua, não era nada charmoso. Sumiu como um flash das lojas.

Sutiã de alça transparente

piores tendências da moda

Infelizmente não eram transparentes assim e esta é uma das piores tendências da moda. Todo mundo usava e jurava que estava abalando, mas era muito deselegante usar um vestido social com alças com este material, que já colocou diversas mulheres em risco por nem ser tão resistente.

As pochetes

piores tendências da moda

Nunca se sabe como começou, mas as ridículas pochetes ficaram quase dois anos em alta no mercado, e todo mundo usava! Eram os anos 80, mas as pessoas arrasavam.

 

 

Deixe um comentário