Como usar cartão de crédito sem se endividar

O cartão de crédito ou dinheiro de plástico é uma das formas de pagamento mais populares do Brasil. Há quem diga que não consegue sair de casa sem um e se sente sem roupa quando não tem um na carteira. Muitas pessoas, contudo, entram na famosa bola de neve dos cartões: gastam mais do que tem e acabam com dívidas enormes em seu cartão. O que fazer? O uso correto é essencial.

dividas no cartao de creditoEntenda o princípio básico de todo cartão de crédito: ele não é dinheiro. Parece, mas não é. No geral, o limite chega a ser superior a salário gastar tudo é um dos maiores erros que um entusiasta financeiro pode fazer. A tentação pode ser grande, mas não vale a pena. A seguir, algumas dicas de como usar seu cartão de crédito com moderação.

Dicas de como cartão de crédito sem se endividar

Some as parcelas sempre – limite alto? Tentação de parcelamento, mas corra dela. Para saber quanto você já gastou, consulte a previsão de sua próxima fatura e veja o valor das parcelas para o próximo pagamento. Somando de R$ 20 em R$ 20 você pode chegar a mais de R$ 500 em uma fatura, superior a seu dinheiro livre no salário. 

Pague em parcela única se sua renda não é fixa – aceitamos muitas pessoas andarem com cartão porque não é seguro andar com dinheiro em espécie no bolso. Mas se não tem débito para usar, não parcele. O acúmulo de parcelas gera uma dívida a longo prazo. Se você não tem uma renda garantida, tente pagar no menor número de parcelas possíveis. Até porque diversos estabelecimentos comerciais cobram juros por parcelamentos de longo prazo e não vale a pena.

Tenha apenas um cartão – ofereceram mais e sem anuidade? Negue. Prefira fazer uma poupança para emergências a usar dois ou mais cartões na carteira. Todo mundo acaba usando e começa a famosa bola de nele.

Deixe um comentário