Cuidados com a panela de pressão


O cuidado deve começar desde a compra da panela de pressão. De acordo com major Melo, assessor de comunicação do Corpo Militar de Bombeiros do Ceará, é preciso estar atento se o utensílio tem o selo do Inmetro e adquiri-lo somente em lojas e depósitos credenciados. “Não é recomendável comprar esse tipo de panela de ambulantes, pois não há garantia de procedência, o que pode ser perigoso para que vai utilizar o material”, ressalta.

Saiba os cuidados  a ser tomados  com a panela de pressão

O major Melo recomenda que no uso diário, o ideal é colocar os condimentos, temperos e verduras na panela após a utilização da pressão. “Primeiro amoleça os alimentos com a pressão e somente depois coloque os temperos. Isso diminui o risco de obstrução da válvula e, consequentemente, de acidentes”, ensina o relações públicas do Corpo de Bombeiros.

 

Colocar apenas o volume de alimento e água indicado no manual de instrução da panela também previne o desgaste do utensílio e a sua deformação.

Utilizar a panela sem respeitar a capacidade indicada pelo fabricante.

Isso gera deformação do objeto e aumenta o risco de acidente”, explica José Dias, proprietário da North Serviços, loja especializada em conserto de panelas.

Segundo ele, o indicado, geralmente, é usar 65% da capacidade do utensílio, ou seja, se é um recipiente com capacidade de cinco litros, deve-se colocar um volume de apenas três litros.

É importante também observar o tempo de permanência no fogo, indicado no manual. De acordo com José Dias, não pode ultrapassar 15 minutos. “O tempo começa a ser marcado a partir do início da fervura”, explica.

Com 15 minutos, ele recomenda apagar o fogo e deixar o alimento continuar cozinhando apenas na pressão por mais cerca de 20 minutos.

Enquanto a panela estiver no fogo, é preciso observar se a válvula está funcionando normalmente, se está aliviando ou não a pressão.

Se a válvula não estiver liberando pressão, provavelmente está obstruída e o alívio deverá ser feito mecanicamente. Para isso, basta levantar a válvula. Antes de abrir a panela, aconselha major Melo, é fundamental verificar se está totalmente sem pressão.

O posicionamento do cabo da panela também é um item de segurança. Ele deve estar sempre voltado para o interior do fogão e nunca para fora, evitando que, acidentalmente, a panela seja derrubada.

Após o uso da panela, os resíduos de gordura têm que ser removidos cuidadosamente da válvula de pressão para não ocorrer obstrução, no uso posterior.

A borracha e a tampa devem ser lavadas separadamente. Com a borracha limpa, é recomendável observar se apresenta algum tipo de falha.

“O ideal é não guardar a borracha na tampa porque vai perdendo a elasticidade”, frisa José Dias. A vida útil da borracha, conforme ele, é de três meses no máximo.

Deixe um comentário