Dicas para Casar sem Dívidas

Casamento é sinônimo de enlouquecimento da noiva. Bolo, decoração, convites, pessoas, vestido… Realmente programar a noite dos sonhos não é fácil. Mas imagina só fazer a festa dos seus sonhos e no fim das contas, quando colocar todas as despesas no papel não ter um real pra alugar ou comprar a casa onde você e seu noivo vão morar?

Para que isso não aconteça, é bom que antes de começar a planejar a festa você e ele comecem a planejar o que irão gastar ou não no casamento.

A melhor forma de começar a planejar é pensando: Quais são nossas atuais condições? Podemos alugar uma casa? Podemos comprar? O lugar precisará de reforma? Quanto iremos gastar com isso?

Nunca contem com um dinheiro que ainda não chegou, seja ele uma herança que ainda não saiu, uma promoção que ainda não foi efetivada ou qualquer coisa do tipo. O ideal mesmo é que o casal comece a guardar o dinheiro antes, seja em uma poupança ou em uma conta conjunta e ter controle dos gastos. Dessa forma irão separar o dinheiro pessoal, do dinheiro conjunto.

Defina um valor mensal do quanto cada um de vocês pode separar por mês para ser poupado para o casamento. E sigam isso a risca, como se fosse uma verdade dívida. Calcule em quantos meses terão o necessário para concluir tudo o que estão sonhando.

Procurem manter algumas prioridades, talvez a casa dos sonhos que vocês estavam planejando não seja igualzinha a dos sonhos, mas fique tranquila! Vocês ainda terão a vida inteira para decorar e deixar a sua casa exatamente igual a dos seus sonhos.

No casamento, siga essa mesma linha. Veja o que é realmente essencial, e o que pode ser deixado de lado. Se vocês planejarem tudo com antecedência não irão sofrer no dia do casamento, nem passar vergonha.

Seu casamento vai ser o que você sonhou! E sua casa também.

Deixe um comentário