Mitos e verdades em torno do consumo do café

O café está no sangue dos brasileiros. É comum acordarmos e tomarmos aquele cafezinho para começarmos o dia com o pé direito, ou mesmo usar a bebida para ficarmos acordados para terminarmos aquele texto importante para seu chefe no dia seguinte. Mas ao lado do “sucesso” do café surgem diversos mitos sobre suas verdades. Seria o café um inimigo do ser humano? Seria ele um alimento milagroso para a sociedade? Algumas dessas “verdades” não passam de mitos, mas outras possuem muito fundamento no que é dito. Por esse motivo confira abaixo algumas curiosidades.

Verdades sobre o consumo do café

A cafeína é uma substância que pode te matar se ingerida em excesso. Claro que o excesso beiraria o absurdo se fossemos tratar como uma verdade absoluta, pois você deveria consumir cerca de 100 xícaras diárias para realmente correr algum risco. Outra verdade é que o café pode fazer bem para sua saúde! Exato, ele mata, mas também pode ser muito útil se tomado em doses controladas devido a algumas substâncias que ajudam o nosso corpo a ficar em equilibro constante. E claro, uma das maiores verdades existentes em torno do café é que ele pode te deixar acordado. A cafeína possui uma substância que faz seu corpo agir mais ativamente quando consumida.

Mitos sobre o consumo do café

Em primeiro lugar precisamos dizer que o café não escurece os seus dentes. O que escurece é o consumo do café com algum outro produto, como por exemplo o cigarro. A nicotina reage com a cafeína e pode te afetar. O consumo solo do café não. Também não acredite quando te disserem que o café engorda. Esse é outro mito dos grandes ao lado do “café pode fazer mal para o estômago”; o café nada tem a ver com seu metabolismo físico nesse sentido, podendo ser consumido sem preocupação. Além disso, um dos maiores mitos é que o café não pode ser consumido por crianças. O que acontece nesse caso é que os pais devem ter um controle com tal situação para que a criança não se torne dependente da cafeína e nem que seu use interrompa seu sono.

Deixe um comentário