Os assuntos mais cobrados do concurso Banco do Brasil

Mais de 500 mil inscritos para o concurso Banco do Brasil 2015. Uma prova difícil? Talvez nem tanto. Com a banca Cesgranrio como organizadora do certame, a prova é considerada de nível mediano, um meio termo entre a Cespe (extremamente detalhista) e Fundação Carlos Chagas, uma das mais fáceis por ter uma cobrança direta. A prova será realizada no próximo dia 15 de março, com previsão de mais um edital ainda este ano para as cidades em que o primeiro concurso não cobriu. Para quem já anda estudando, o pouco tempo de estudo necessita de foco, e para isso trouxemos uma lista dos assuntos mais cobrados nas provas do Banco do Brasil da Cesgranrio.

prova concurso banco do brasilConhecimentos bancários – uma das disciplinas principais e de maior peso, ao lado de vendas e atendimento. Foque no sistema financeiro nacional e com certeza sempre cai uma questão sobre poupança. Os órgãos normativos e supervisores e seus diferenciais são geralmente assuntos de prova e a banca adora explorar a diferença em quem manda e quem supervisiona. Uma questão sobre cartão de crédito e outra sobre poupança são certeiras.

Raciocínio Lógico matemático – a dica é: se tem muita coisa para calcular, está errado. A banca costuma cobrar questões para pensar um pouco mais direta nas resoluções, dado o tempo curto para responder a prova. Revise questões com problemas aritméticos, teoria dos conjuntos e porcentagem. Algo bem direto, nada muito complexo.

Redação – aposte em uma temática ligada diretamente a atendimento, técnicas de venda ou trabalho com ética no Banco do Brasil. Os professores informam que o banco está extremamente ligado em sua nova visão de mercado e vender e vender bem, ser um bom atendente de clientes é a nova meta do banco para evitar reclamações. Pouco se aposta em temas ligados ao novo panorama do país, a menos que seja uma ligação com as novas técnicas de venda.

Português – análise sintática é sempre o foco desta banca, com substituição de palavras ao longo do texto para saber se o trecho perde seu valor semântico e sintático. Na maior parte das vezes não é necessário ler todo o texto, apenas o trecho e fazer a troca como a banca pede.

Inglês – a grande novidade do concurso. A prova deve ser essencialmente sobre interpretação de texto, então foco em leitura e cuidado com os falsos cognatos.

Atendimento e técnicas de vendas – ganharam muito mais espaço na prova e alguns professores temem diversos erros por ai. No geral, a banca não costuma cobrar mais do que os conceitos básicos, para você saber quando o consumidor tem direito a troca ou não, se o vendedor é mesmo capaz de atender bem e qual a estratégia correta. Em CDC, código de defesa do consumidor, não se prenda a números de lei, apenas aos prazos de troca e resolução do problema e quando o cliente pode ou não pode.

Cultura organizacional – as apostilas são pequenas então vale uma lida completa. Releia tópicos relevantes sobre o que é cultura, o quanto ela pode transformar o seu ambiente de trabalho e se é mutável ou não.

Informática – foque em windows 8, o pacote office e internet.

Deixe um comentário