Remédio Caseiro para Impotência Sexual.

Nos dias de hoje um mal que aflige muito os homens é a impotência sexual, alguns culpam o estresse, outros o corre-corre diário, disfunção erétil entre outras coisas.

Bom o motivo não importa, o ponto é que procurando na internet descobrimos vários remédios caseiros para solucionar a questão.

Separamos alguns para este artigo, de forma a ajudar quem precisa e busca um tratamento para o problema. Agora, se dá certo ou não, só experimentando, não damos garantias de sucesso, até porque cada organismo reage de uma maneira a ingestão de qualquer substância que seja, mas não custa tentar, mal com certeza não irá fazer.

A 1ª receita é de Tatiana Zanin (nutricionista).

Uma combinação do alecrim, chapéu de couro e catuaba. Beba quatro xícaras do chá por dia.

Ingredientes:

  • 100 gramas de alecrim,
  • 100 gramas de chapéu de couro e
  • 100 gramas de catuaba

Modo de preparo:

Junte num recipiente 100g de cada erva e misture bem. Utilize 20g da mistura para preparar 1 litro de chá. Ferva a água, coloque as ervas, desligue o fogo, abafe e deixe repousar por 15 minutos e coe a seguir. Beba ao longo do dia.

Beba o chá pelo menos por sete dias. As proporções de erva e água devem ser respeitadas, porque embora sejam soluções naturais, promovem alteração no organismo.

A 2ª dica vem do blog http://socionatural.blogspot.com.br.

É uma lista, resumidíssima, de plantas que podem ser usadas para recuperar a autoconfiança e ajudar no problema da impotência sexual.

Hipericão, Damiana, Alecrim, Guaraná, Ginseng, Manjericão, Pau de Cabinda.

Obs: Use doses reduzidas, cujos efeitos demoram mais, porém são mais eficazes e evitam as contraindicações.

A 3ª dica encontrei por bate-papos na internet.

Comer amendoim, tomar batida de açaí, ingerir xarope de guaraná ou pó de guaraná, achocolatado, leite, açúcar, aveia, comer ostra crua viva com sal e limão (como demostra a foto).

Esperamos ter ajudado, se você experimentar alguns dos “remédios” caseiros acima, conte-nos se funcionou, deixe sua impressão nos comentários.

Deixe um comentário