Tipos de Televisões 3D: Óculos Ativo e Óculos Passivo

A televisão 3D é aquela que permite ao expectador visualizar uma imagem com três dimensões. Isso pode ser feito com ou sem óculos 3D, tudo dependa da técnica empregada para produzir essa imagem. A programação que passa na TV deve ter sido produzida para ser exibida em 3D através do uso do equipamento necessário.

A TV 3D no Brasil

No Brasil a primeira transmissão feita ao vivo em 3D foi num canal da TV a cabo NET em parceria com a Rede Globo. A transmissão aconteceu no dia 15 de fevereiro de 2010 e consistiu no desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro.

A segundo transmissão 3D ao vivo realizada no Brasil foi o resultado de uma parceria da NET e do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Foi transmitida a São Paulo Indy 300. Já a primeira transmissão ao vivo em 3D em TV aberta foi feita pela RedeTV! no dia 23 de fevereiro de 2010 e consistiu na transmissão do programa Pânico na TV.

Os Tipos de Televisão 3D

As TVs com tecnologia 3D começaram a aparecer no mercado a partir do ano de 2010 e basicamente se dividem em dois tipos: as de 3D ativo e as de 3D passivo. Para entender melhor é necessário destacar que os primeiros modelos com esse tipo de visualização de imagem que chegaram ao Brasil foram os modelos LED-LCD 3D com óculos passivo, as séries Cinema LW5700 e LW4500.

Em resposta a Philips também lançou os seus modelos de TV 3D que fazem parte da série Philips Cinema série Gold com tela 21:9, de 50”. As TVs da Philips necessitam do uso dos óculos passivos para que se possa ter a visão tridimensional. Contudo os óculos ativos tem ganhado cada vez mais espaço no mercado por serem considerados melhores do que os passivos.

Óculos Ativo ou Óculos Passivo

No momento de fazer a escolha por uma TV de última geração não é fácil tomar a decisão de qual modelo levar. Em comparação o 3D passivo se sobressai por não ter flicker que é o motivo de insatisfação de muitas pessoas. Além disso, o crosstalk é reduzido e os óculos tem um valor bem mais acessível.

Em contrapartida o 3D ativo oferece uma visualização mais nítida das imagens em Full HD o que oferece mais realismo e costuma agradar mais as pessoas que estão assistindo. Talvez você esteja pensando que a melhor a escolha de tecnologia é aquela que irá prevalecer no mercado, não é mesmo?

Pois aí é que está um dos principais problemas, pois pode ser que as empresas levem anos para decidir em qual campo de tecnologia investir com mais afinco. As previsões é que as duas tecnologias de 3D coexistam por anos.

As Empresas e a Tecnologia das Televisões 3D

Grande parte dos fabricantes de televisões 3D principalmente a Philips continua investindo em aparelhos que precisam de óculos ativo. Num movimento empresarial empresas como Samsung, Sony e Panasonic criaram uma associação que visa padronizar o óculos ativo universal para todos os modelos de TV. Isso vai contra o trabalho da LG e da Vizio (marca dos Estados Unidos) que estão tentando difundir a tecnologia do 3D passivo.

Teste Drive de TV

Mesmo com todas as informações que demos nesse artigo somente a experiência é que poderá determinar qual o tipo de 3D que você mais gosta e deseja ter em casa. Sendo assim nossa dica é que você vá a uma loja que venda esse tipo de aparelho e que tenha os mesmos em exposição para fazer um teste com os dois tipos de óculos podendo fazer uma escolha mais assertiva. Pense que seria como um teste drive na TV que você irá comprar.

As Técnicas de Composição de Imagens 3D

Anaglifo

A técnica de 3D conhecida como Anaglifo é aquela produzida pelos óculos com lentes azuis e vermelhas. Esse sistema não oferece fidelidade de cores e por isso mesmo tem sido deixado de lado pela indústria, entretanto, o seu princípio de ativação para simular a imagem 3D segue a ideia central dos outros sistemas.

O óculos de lentes vermelhas e azuis funciona fazendo a separação das cores, com a lente vermelha não enxergamos os tons de ciano e com a azul não vemos os tons de vermelho. Assim percebemos as cores de um mesmo objeto com olhos diferentes, o cérebro tenta juntar essas imagens fazendo a sobreposição das mesmas o que cria o efeito 3D. O senão do Anaglifo está no fato de as lentes alterarem os tons percebidos, além disso, é incômodo ficar esses óculos por um longo período de tempo.

Polarizado (ou Passivo)

A técnica do 3D polarizado ou passivo é uma das mais utilizadas pela indústria tanto em salas de cinema como em TVs e computadores 3D. O sistema para formar as imagens sobrepostas é o mesmo utilizado pelo Anaglifo, mas sem a necessidade de usar lentes coloridas. Com isso a técnica oferece mais fidelidade de cores.

O grande truque está nas angulações das imagens, o olho esquerda irá perceber apenas imagens com uma determinada angulação enquanto o olho direito perceberá imagens com outro ângulo.  A angulação pode ser de duas formas, linear ou circular.

3D Ativo

Tida como a técnica de 3D da nova geração de óculos das TVs com suporte para esse formato o sistema ativo funciona com um chip nos óculos. O modelo de óculos utiliza circuitos e bateria que podem sincronizar a frequência de imagens que são emitidas pelo aparelho com aquilo que as lentes deverão ler.

Esses modelos são mais caros do que os polarizados ou passivos e em grande parte dos casos não apresentam compatibilidade entre diferentes marcas. O 3D ativo oferece muito mais qualidade nas imagens por não deixá-las sobrepostas.

Barreira Paralaxe

A técnica de 3D barreira paralaxe é a mais recente de todas e se diferencia por não precisar de óculos para criar o efeito de imagens tridimensionais. O Nintendo 3DS é um exemplo de aparelho que utiliza essa tecnologia. Alguns modelos de TV experimentais já contam com esse sistema.

Essa técnica conta com uma tecnologia bem parecida com aquela usada nos óculos polarizados. O que diferencia é o fato de que o 3D da imagem é feito numa barreira que é posta sobre a tela. Assim as imagens produzidas nas duas telas se sobrepõem o que cria a ideia de tridimensionalidade. A barreira de paralaxe divide as imagens em diferentes ângulos o que a faz serem percebidas de formas diferentes por cada olho.

Deixe um comentário