Um pouco sobre a história da Capoeira

A Capoeira é uma mistura de dança, luta, cultura e musica. A mistura de tudo isso resultou no que hoje é conhecido mundialmente como a arte marcial brasileira. A cada década ela vai se popularizando ainda mais mundialmente devido às técnicas desenvolvidas por grandes mestres, e esse esporte começou a ser visto como uma das lutas que possuem mais técnicas e perigosas entre as artes marciais.
Por muito tempo foi tratada como prática ilegal e clandestina e por esse fator sabe-se muito pouco sobre a verdadeira origem da Capoeira. Muitos acreditavam que começou a ser praticada na África, mas pesquisadores comprovaram que ela foi criada em solo brasileiro.
Começou a ser praticado por negros escravos como uma forma de defesa e resistência à violência dos senhores do engenho, o que fez ser proibida por muito tempo. Para enganar seus senhores os escravos adaptaram os golpes à musicas com ritmos africanos, o que fez com que se passasse como um tipo de dança.
Isso foi apenas o começo da Capoeira como é conhecida hoje, um esporte que tem base na cultura, disciplina, força, espirito de grupo, ritmo, e é claro também um pouco de malandragem.
A Capoeira também esteve presente na história de nosso país como por exemplo em 1828, quando as autoridades brasileiras convocaram os capoeiras para conter a Revolta dos Mercenários, o que se repetiu durante a Guerra do Paraguai onde os capoeiras lutaram pelo governo brasileiro em troca de liberdade.
Após muita pressão a Capoeira resistiu, sobreviveu a marginalidade e durante o governo Vargas deixou de ser ilegal, até que em 1937 foi fundada a primeira academia oficial do esporte no Brasil.
Essa foi só um pouco da história deste esporte que cada ano ganha mais adeptos que são atraídos pelo ritmo, cultura e garantia de um ótimo fortalecimento físico, e após tantos anos ganhou seu valor e reconhecimento no mundo das artes marciais.

Deixe um comentário